Educação interprofissional na pós-graduação em saúde: dimensões pedagógicas interprofissionais em uma Residência Multiprofissional em Saúde da Família
PDF

Como Citar

Arruda, G. M. M. S., Barreto, I., Pontes, R., & Loiola, F. (2017). Educação interprofissional na pós-graduação em saúde: dimensões pedagógicas interprofissionais em uma Residência Multiprofissional em Saúde da Família. Tempus – Actas De Saúde Coletiva, 10(4), Pág. 187-214. https://doi.org/10.18569/tempus.v11i1.2179

Resumo

Este artigo analisa a proposta pedagógica do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade (PRMSFC) da Escola de Saúde Pública do Ceará na perspectiva da Educação Interprofissional (EIP). Realizou-se estudo de caso utilizando observação participante, entrevistas semiestruturadas e revisão documental entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015 em dois municípios do Ceará. A amostra incluiu 2 coordenadores do PRMSFC, 7 preceptores e 15 residentes. O corpus de dados sofreu análise temática. A pesquisa seguiu os aspectos éticos da pesquisa com seres humanos. Observou-se que o PRMSFC se organiza como estratégia de EIP por vários aspectos: currículo baseado em competências, educação pelo trabalho, lotação dos residentes em equipes multiprofissionais, formação de adultos, dentre outros. No processo de ensino-aprendizagem, capturou-se a potência da metodologia da tenda invertida, do método da roda e do papel do preceptor de campo no estímulo e apoio ao trabalho e à aprendizagem interprofissional. Dentre os desafios, encontram-se o processo de interiorização da educação permanente, a sustentabilidade financeira do PRMSFC e a dependência do processo formativo quanto à adesão dos atores envolvidos. Sugere-se que futuras investigações sejam conduzidas para análise das dimensões da EIP efetivadas nos programas brasileiros de residência multiprofissional.
https://doi.org/10.18569/tempus.v11i1.2179
PDF