Informação sobre o tratamento farmacológico da obesidade em sítios da Internet: avaliação da qualidade

Emilia Vitoria da Silva, Lia Lusitana Cardozo de Castro, Raquel Cymrot

Resumo


O fácil acesso à informação sobre saúde na Internet pode ser útil ao paciente, mas sua baixa qualidade pode prejudicá-lo. O objetivo deste trabalho é testar um modelo de avaliação de páginas da Internet que divulgam informação sobre o tratamento farmacológico da obesidade. Foram desenvolvidos, validados e testados dois instrumentos: um universal, para analisar a presença dos critérios técnicos de qualidade (CTQ), e outro específico, para avaliar a acurácia e abrangência das informações. Houve baixa frequência dos CTQ: 39% apresentavam autor do texto; 69%, o nome da instituição responsável; 48%, a data de elaboração do texto; e 14%, as referências utilizadas. As notas relativas à presença dos CTQ variaram de –3 a 22, com média de 9,4. A abrangência e a acurácia das informações também foram insatisfatórias: das 38 páginas avaliadas, 23 continham mais informações incompletas e divergentes que corretas; as pontuações da acurácia variaram de –4 a 11, com média de 2,82. A metodologia empregada neste trabalho mostrou-se adequada e pode ser reproduzida para outros assuntos relacionados à saúde. No Brasil, as páginas da Internet que disponibilizam informação sobre o tratamento farmacológico da obesidade têm baixa qualidade e não são adequadas como fonte de informação para o público leigo.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais

Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva (ISSN 1982-8829).
Revista coordenada pela Unidade de Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde (UTICS) do Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) da Universidade de Brasília (UnB).
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
____________________________________

____________________________________